Frestas

O trabalho fotográfico de Ana Calzavara é herdeiro da tradição pictórica. Percebe-se, na busca precisa de relações cromáticas e nos encontros com as superfícies, que a formação deste olhar se deu através da pintura, para só então se aproximar da fotografia.

 

As imagens apresentadas possuem uma unidade na qual intervêm simultaneamente o anseio de registrar uma presença concreta naquele exato local, e o reconhecimento, talvez a memória, de um sentimento/cor refinado anteriormente, com outros meios. Cada surpresa deflagrada pelas coisas comuns é também um reencontro com a cor desejada.  

 

 

Marco Buti

(texto da exposição "Frestas", realizada no Museu da Imagem e do Som (MIS), SP, 2006)